Caraminholas | Conversando com o bebê ainda na barriga!
enxoval, roupas para bebê, berço, carrinho de bebê, loja de bebê goiânia, mamadeira, body, recem nascido,
586
single,single-post,postid-586,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,

Blog

 
Posted by caraminholas in Uncategorized

Conversando com o bebê ainda na barriga!

conversando-com-o-nenemAdicionado por Revista Mamãe Bebê

As primeiras percepções do bebê são originadas no ambiente intra-uterino.  Ele será o seu primeiro universo, e através dele, as percepções adquiridas irão determinar a maneira como ele se relacionará com o mundo exterior, especialmente na primeira infância.

Durante o quinto mês de gravidez os bebês já podem escutar o que se passa no mundo exterior. Neste período é importante conversar com o seu bebê, ler para ele, cantar, entre outras ações que despertem a curiosidade e que ele saiba que é com ele que a mamãe está falando. Ele vai recebendo uma variedade de estímulos que podem ajudar em seu comportamento no mundo de fora ao nascer. Vale lembrar que o espaço quentinho e protegido da barriga da mamãe não é um mundo isolado.

Tudo o que se passa durante o período gestacional é esquecido ao nascer, porém fica registrado no inconsciente. Ao vivenciar situações parecidas, os fatos da vida gestacional terão grande influência nos comportamentos futuros.

O bebê estimulado desde a barriga com carinho, música e conversas tem uma capacidade maior de aprender na infância, e seu comportamento social é mais saudável. Esta relação de conversas e trocas com o feto é muito importante para a formação e fortalecimento do vínculo mãe-filho. Funciona até mesmo como um ato de respeito e amor pela saúde e bem-estar do pequeno desde o início.

Alguns futuros papais e mamães se sentem envergonhados de conversar e trocar ideias com a barriga! Não há motivo algum para isso, pois ali está o maior bem do casal, e em breve ele chegará aos braços dos pais com muito estímulo, pois sabe que desde o início foi desejado, amado e respeitado pelos pais. Além de só trazer benefícios aos pais e bebê ao ser uma fonte de vínculo, conversar, dialogar e interagir com a barriga, esse fato atua como um exercício para os pais e um reconhecimento de que em breve, esse ser que ainda não veio ao mundo fará parte da família e juntos compartilharão toda uma vida.

Postar Comentário